SLIDER

TRENDING

You're so naive, yet so.

Chamam-me ingénua e inocente. Dizem que só vejo o lado bom das pessoas e que sou demasiado altruísta.
Insistem... E quase me que fazem sentir errada. Como se aquilo que eu estivesse a fazer, fosse uma coisa má.
O que não é, a meu ver. Não vejo mal algum em ajudar os outros ou em pôr quem mais amo em primeiro lugar.
Parecendo que não, sei o que é melhor para mim. E se há coisa que me faz feliz, é a fazer os outros felizes.
Quem tem o direito de classificar as minhas ações como certas ou erradas? Eu. Apenas eu e mais ninguém.
Se um dia alguém me vai apunhalar à primeira oportunidade, tentando me destruir? Provavelmente sim, vão.
Mas não vão conseguir. Porque embora aparente ser frágil, tenho sempre do meu lado o poder do Bem.
Sei que ao longo da minha vida me tentarão derrubar muitas vezes, testando a força da minha ambição.
Mas, chegará uma altura em que irão perceber que embora use coroa, uso também uma armadura.
Armadura essa tão poderosa, que me impede de ser apunhalada ou destruída facilmente. 
Há quem lhe chame inocência, estupidez ou ingenuidade... Há quem lhe chame Bondade.
Ou talvez seja eu que esteja errada! Talvez um dia mais tarde, tudo seja em vão...
Mas até lá, tentarei deixar o mundo um bocadinho melhor do que o encontrei. 
Feliz e de consciência tranquila. Façam o mesmo...
Porque no final do dia, good always wins.

Com esta fotografia quis transmitir paz, pureza e inocência - valores esses que parecem extintos nos dias de hoje. 
E que precisam urgentemente de ser plantados para que possam crescer, florir e dar lugar a uma nova esperança.

16 comentários

  1. acho que isso é bom, desde que não sejas ingénua ao ponto de te prejudicares e de não reparares se alguém tentar fazer-te mal ou aproveitar-se de ti :)

    ResponderEliminar
  2. Gorgeous !:)

    http://bydetails.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Eu tomo as minhas decisões e como tudo tem consequências, eu arco com as mesmas, logo não precisam de se preocupar tanto com o que faço ou deixo de fazer, tal como a tu (: . Não acho que ingenuidade seja defeito, mas pode trazer alguns dissabores, tal como qualquer outra coisa.

    ResponderEliminar
  4. Eu sou tal e qual assim, e também só me sabem criticar. A meu ver as coisas estão a ser feitas bem mas nem sempre as pessoas percebem e preocupam-se demasiado com o que eu faço quando apenas a mim isso diz respeito...

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem que ainda há pessoas como tu, apesar de escassas fazem falta no mundo (:
    Adorei a foto!

    beijinhos,
    talkingpickles.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Gostei imenso! Cheguei a casa assim triste, tenho tantas saudades do meu pai e da minha família que já não os vejo desde Março e ler este teu texto alegrou-me. Obrigada Daniela, por partilhares amor e paz a mim e a todos os outros seguidores. ♥

    ResponderEliminar
  7. Eu simplesmente acho que ser assim é uma coisa bem boa :)
    Visitem, sigam, comentem e participem no giveaway http://fashion24hpt.blogspot.pt/ :b

    ResponderEliminar
  8. Nice pic!
    Hey what about following each other? Visit my blog and let me know, it would be great to keep in touch!
    XOXO
    Ylenia

    ResponderEliminar
  9. É assim mesmo ;-) Mas tem cuidado, porque mesmo sendo forte, há pessoas que nos apanham desprevenidas. Guarda a bondade para aqueles que merecem ;-) Não podemos viver a desconfiar das pessoas.

    ResponderEliminar
  10. O que falta neste mundo são pessoas a pensarem como tu!

    ResponderEliminar
  11. ok, este post está um máximo!

    http://goncalofilipeglopes.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Gosto muito do texto . Tal como dizes-te ver sempre o lado bom da coisa e ser altruísta é ótimo!

    ResponderEliminar
  13. fizeste-me lembrar dos the kooks! agora deu-me vontade de os pôr a tocar, coitadinhos deles já estavam a ganhar pó na minha estante <3


    Beijinho * Monstros no Armário

    ResponderEliminar

Obrigada por partilhares as tuas palavras! É um prazer ter-te aqui ♥ Se tiveres alguma pergunta, envia-a para danielagandrablog@gmail.com ou para o Facebook do blog - serei mais rápida a responder.

© DANIELA GANDRA Maira Gall